04 agosto 2010

Almainova

Ele disse: - não é nada é apenas um sussuro
E foi morrendo
No âmbito dos meus olhos não lhe vejo
e os cristais que encobriam a visão
se quebraram

Penso um pouco
Descanso

Me faço espessa
e a água cai sobre mim
me procura nas curvas
nos orifícios

É sábado
nada aqui

Paro mais
ouço
apenas ouço passos

2 comentários:

  1. fazer-se espessa -
    poesia parida em silêncio.

    ResponderExcluir
  2. concordo com o Douglas, belo exercício de parir o silêncio

    ResponderExcluir